Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

O tempo corre veloz como a água de um rio...

Lilypie Baby PicLilypie Baby Ticker


Descobri esta coisa fantástica, que é esta espécie de calendário de vida...

Como podem ver, faltam apenas 12 dias para a minha pequenina completar o seu Primeiro Aniversário!!!

Quando penso nisso, vêm-me logo as lágrimas aos olhos...não se preocupem, porque é de felicidade!!

Às vezes olho-me ao espelho e penso "como é que consegui fazer uma bebé tão linda, tão simpática, tão inteligente..?"...Deve sair ao pai, com certeza!!

Para a semana é o meu aniversário (também penso como é possível já estar tão perto dos 30!!) e na outra é a festinha da Madi! Lembro-me de o ano passado, no meu aniversário estar em casa calmamente com alguns amigos, grávida até mais não e de eles estarem sempre a dizer "Madalena, podias sair cá para fora hoje e eras a prenda da mamã!". E eu sempre a dizer "não sejam parvos, é só lá para dia 19 de Novembro o parto"...Afinal, saiu cá para fora no dia 8...Brincalhona!!

É assim...a vida corre a uma velocidade louca e quase nem damos por ela...

Não sei porquê, mas...

arbol.jpg ...assim que estalam as primeiras castanhas, começo a ficar com o espírito natalício entranhado no corpo...Logo que passo nas ruas e sinto o cheirinho das castanhas assadas, dou comigo a pensar que o Natal está quase aí! E sinto logo aquela magia no ar...tudo para mim adquire um novo brilho, muito especial...todas as coisas e todas as pessoas cintilam aos meus olhos...Dirão que sou louca...para me defender direi que sou completamente criança... Vibro com o Natal...e não falo de prendas...até gosto de fazer eu mesma os embrulhos dos presentes que vou oferecer...mas não é esta vertente comercial que me faz vibrar.... Lentamente, como num embalo, começa o meu encanto...Deliro com as luzes das ruas, com os enfeites, com o cheiro que se instala nas ruas, com as músicas que começam a soar no meu inconsciente...às vezes dou por mim a ir sozinha na rua a trautear os jingles de Natal...ddddaahhh...mas é um frenesim que me corre nas veias... Adoro enfeitar a árvore de Natal e decorar o resto da casa... Quando chega esta altura, sinto-me mesmo muito criança...Depois sinto-me um bocado envergonhada, porque já tenho idade para ter juízo agora que sou quase uma "cota"...E penso: "mas será que nunca vou crescer?"...Só que não consigo...é mais forte do que eu...As pessoas mais próximas costumam dizer-me, em resposta a este meu embaraço, que esperam que eu seja sempre assim...criança...talvez porque achem que sentindo-me criança sou feliz e isso seja o mais importante! Nunca consegui explicar o porquê de sentir este calorzinho no coração, como uma lareira que nos aquece num dia frio...mas é uma sensação tão boa, que me apetecia que fosse sempre Natal!! Ainda por cima, no passado fim-de-semana, fui ao Aki e assim que se abriram as portas deparei-me com um Pai Natal que fazia dois de mim, de braços abertos para nos receber...fiquei louca...imediatamente fiz um sorriso quase tão grande como aquele gigante de vermelho e dei pulos como uma criança...isto é mesmo verdade...e fui logo direita às prateleiras dos enfeites e dos presépios e tudo mais e quando dei por mim já nem me lembrava o que lá tinha ido comprar...porque nada mais importava...o Natal estava aí!! A minha vontade era ir já à arrecadação buscar as decorações de Natal, mas vou-me tentando segurar para não montar tão cedo a árvore...Tenho noção de que ainda falta um tempo...mas às vezes apetece-me mesmo não ser controlada...e fazer todos os disparates que me apetece!! :) Este ano, espero que a minha filhota já aprecie um pouco deste espírito e se encante com as luzes e os enfeites...o ano passado era muito pequenina...foi ela o Menino Jesus do nosso Natal...e também espero que não tenha um daqueles acessos dela e não me destrua as decorações antes de tempo...:) Tudo isto só tem um senão: é que fico altamente sensível nesta altura do ano...o que faz com que tenha as emoções à flor da pele e por tudo e por nada choro...pois é de ouvir uma música mais sentimental, pois é de ir numa rua enfeitada com luzes, pois é de me oferecerem um presente...enfim, choro desalmadamente...Mas isso pode ter um lado bom...dizem que chorar limpa a alma e assim, pronto, sempre fico mais contente, porque já que não tenho o tempo que precisava para ser uma dona de casa exemplar que faz as limpezas todas, ao menos limpo a minha alma, já não é mau!!


:)


 


 

Cumprindo o meu papel de mãe babada...

q.JPG

...venho aqui relatar factos de suma importância...Há coisas que são dignas de registo, e tive o cuidado de tomar nota de algumas datas nas quais Madalena realizou conquistas históricas...

A primeira delas foi ter-me escolhido para sua mãe (sim, porque há uma teoria que diz que são os bebés que escolhem os pais que têm)...foi uma coisa fantástica...e só lhe posso agradecer...

Tomei nota de um dia muito importante na vida de Madalena...o dia 3 de Junho...foi a primeira vez que se conseguiu sentar sem qualquer apoio...

Outra data assinalável foi o dia 30 de Agosto...nesse dia Madalena descobre pela primeira vez que é possível gatinhar para a frente! Até esta data todas as tentativas de gatinhar só eram conseguidas em regime de marcha-atrás...por mais que tentássemos, andar para a frente era mentira...
Principalmente desde esta conquista, Madalena está imparável. O Mundo está à sua espera! Gatinhar já quase faz parte do passado…é só um meio para conseguir chegar à base mais próxima e colocar-se em pé…Ainda não consegue é caminhar, mas creio que em breve caminhar fará também parte do passado e correr é que vai ser bom.

Por volta dos 8 meses, Madalena aprendeu a bater palminhas, mas de uma forma muito própria...batia com a palma de uma mão nas costas da outra...era extraordinário!!
Anteontem, dia 18 de Outubro portanto, bateu palminhas pela primeira vez como o resto do pessoal faz...Feita a descoberta, era tanta a felicidade por já conseguir bater palminhas como a mamã, que passou o resto do dia naquilo... :)

Ontem, mais uma novidade...rompeu o primeiro dentinho...não é fantástico??

Eu acho o máximo estas evoluções, estas conquistas, esta aprendizagem em regime de "esponja"...e sim, derreto-me com todas as gracinhas, todos os sorrisos, todos os beijinhos lambuzados que ela me dá...Sou muito babada e pronto, não há nada a fazer!!

Se não me ponho a pau, à velocidade que isto anda, muito em breve venho relatar a primeira saída da Madalena com o gajo dos piercings para ir à discoteca mais badalada...

Socorro...

A vida é assim!

massage.jpg

Ele há pessoas que, de todo, não nasceram com o rabo virado para a Lua, e pronto! Na verdade, acho que sou uma delas!

Imaginem o que é andar meses a pensar em fazer algo e, no dia em que decidimos avançar, acontece algo que nos impede...Pois, foi o que me aconteceu ontem...
Ando desesperada com dores nas costas e, em consequência, com imensas dores de cabeça...Ontem, decidi que o dinheiro foi feito para se gastar e marquei, finalmente, uma massagem...Oba, oba!!

Nada disso...Tive de ficar a terminar um documento no trabalho pelo que desmarquei a massagem! Fogo, já me estava a imaginar com as pedras quentes...e sair da clínica como nova...

Que frustrante!!

Enfim, melhores dias virão...e já decidi que foi a última vez que adiei...Voltei a marcar e nem que a vaca tussa, tenho mesmo de ir...

Mai nada!

A última vez que escrevi...

a3.JPG


 


...neste blog foi há uma eternidade atrás! Férias são férias...isso inclui os blogs...até porque nos parques de campismo e no Baixo Alentejo a Internet ainda não chegou ou então "é tudo munto devagarinho"!...:)


Entretanto, voltei no dia 19 de Setembro, mas não tenho tido muito tempo para me dedicar à escrita ou então, não tenho tido muita disposição para escrever...


No meu período de férias, pois aproveitei para me dedicar ao bronze (não é que se tenham vistos grandes resultados) e para iniciar a minha pequenita nas actividades marítimas...Pois a moçoila, que até então achava a água do mar um horror, passou a adorar...era vê-la molhada até ao ossos o tempo todo dentro de água e quando era altura de ir embora toda a gente na praia ficava a saber, porque ela berrava até mais não...em boa verdade, ela é que ganhou umas cores maravilhosas e ficou com um brilho lindo no olhar... Ai, tanta baba, valha-me Deus!


Quando dei por mim estava aqui enfiada neste gabinete outra vez! Mas agora já temos ar condicionado...Viva o luxo...!