Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Quando julgamos que há coisas que nunca vão mudar...

Escala_011.jpg


Quando andámos na escolinha aprendemos a lenga-lenga:

Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Jupiter, Saturno, Urano, Neptuno e Plutão

Assim nos foi apresentado o nosso sistema solar, em jeito de cantiga...como a tabuada...era cantarolado para ver se se aprendia mais facilmente...

A tabuada...não parece que vá mudar...2 x 2 vai ser sempre igual a 4...9 x 9 vai ser sempre igual a 81...

Pensávamos o mesmo em relação aos Planetas...pelo menos eu pensei...um Planeta não é algo que se extinga assim todos os dias...podia acontecer mas nunca pensei ser algo que pudesse acontecer durante a minha existência e durante mais algumas futuras gerações...

Contudo...o inesperado acontece...e, de facto, não é que se tenha extinto, mas há coisas que até já aos Planetas acontecem...

“Plutão, o nono planeta do sistema solar, poderá ser despromovido em breve. O seu pequeno tamanho - tem dois terços do diâmetro da nossa lua - está a por em causa a sua classificação como planeta, que ocorreu há cerca de 40 anos. A União Astronómica Internacional (IAU), a única entidade internacional com autoridade para atribuir nomes a corpos celestes, está a considerar se Plutão deve perder a honra de ser planeta, passando o sistema solar a ser constituído pelos oito restantes.”

Portanto, a despromoção poderá chegar ao sistema solar...

Parece que o motivo se prende com a dimensão de Plutão...Em abono da verdade, também não é o Planeta com melhor aspecto...mas, hey, o Queijo Limiano também tem aquele aspecto tosco, mas dizem que é dos queijos mais saborosos...

E, enfim, afinal “Size matters” até no tocante a Planetas…

Portanto, temos de nos ir habituando à nova lenga-lenga, que irá agrupar apenas os restantes 8 Planetas, já que pelo menos até ver não se prevê a promoção de qualquer outro Planeta para o lugar de Plutão...

Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Jupiter, Saturno, Urano e Neptuno

...

700-00506775t.jpg


Hoje apetecia-me ser um chocolate…


 


Apetecia-me ser o teu chocolate…


O teu favorito…


Apetecia-me que me saboreasses…guloso…


Que te lambuzasses de mim…


Que te deliciasses…


 


Sim, apetece-me ser a tua delícia…

...

36803214_a2dab14c82.jpg

Fechei o livro devagar…
Mais uma história que chegou ao fim…
E mais um final feliz…

Gosto de finais felizes…

Que bonita história de amor…

Falava de amor…de um amor que parecia impossível…
Falava de um amor inesperado…
Falava de ternura, de carinho…
Falava de sorrisos trocados…
Falava de lágrimas caídas…
Falava dele e dela…

Ela era simples e ingénua, às vezes demasiado…
Ele era um semi-Deus e experiente…

Ela era insegura…
Ele era confiante…

Ela era emotiva e sensível…muito…
Ele era emotivo e sensível…muito…mas ao mesmo tempo muito pragmático quando era preciso…

Ela tinha medo de falar, de dizer o que pensava e o que sentia…preferia ouvi-lo…
Ele adorava conversar mas queria ouvi-la…

Pareciam ser tão diferentes…tanta diferença poderia ser um obstáculo intransponível…

Como podia correr bem um amor assim?

Ela foi ganhando confiança e foi acreditando que afinal tinha valor e era especial…
Ela perdeu o medo de falar…
Ela aprendeu que há momentos em que é preciso ter-se calma e ser-se objectivo…
Ela percebeu que não podia deixar que os seus medos a levassem a ser defensiva com quem não a estava a atacar...


Ela continuou a ser emotiva e sensível…muito…
Ele continuou a ser emotivo e sensível…muito…

Ela adorava abraços e carinhos…
Ele adorava abraços e carinhos…

Ela adorava rir e brincar…
Ele adorava rir e brincar…

Ela queria fazê-lo feliz…
Ele queria fazê-la feliz…

Ela amava-o…muito…
Ele amava-a…muito…

Valeu a pena ler todas as páginas…beber todas as palavras e deixar actuar a sua magia…

Afinal, quando se ama muito, as pequenas diferenças não são obstáculo…As pessoas complementam-se nas suas diferenças ou, por vezes, estas conseguem ser mitigadas…E o importante é que, apesar das diferenças, há sempre pontos em comum…sendo o principal o que sentem um pelo outro…


Apertei o livro com força contra o peito e fiquei assim por um tempo…

Pensei em como gostaria de viver um amor assim…um amor com a força do Mar…imenso…profundo…revolto em alguns momentos…mas de águas calmas noutros…

Um amor com final feliz…feliz, porque felizes são os dois…

Guardei o livro na estante…

“Quem sabe um dia?...”

...

“Eu sei que estas chamadas são assim mesmo grátis…


Mas, mesmo assim eu acho que deviam ser mais baratas…”


 


Nada como Gato Fedorento para ilustrar


com excelência o espírito português…


Cuja palavra favorita é "Grátis",


mas nem assim se fica satisfeito…

...

812-00604725t.jpg


"Batem leve, levemente...


Como quem chama por mim...


Será chuva, será gente?


Gente não é certamente e a chuva não bate assim...


Fui ver..."


...era a PREGUIÇA!!!


Mas que lanzeira!!!


O tempo não passa e eu estou com um ataque de preguicite e sono...


Enfim...

...

812-00589667t.jpg


Ultimamente a minha frase do dia tem sido “Porque…o iogurte não tem espinhas”…

Enfim, há dias em que recordo os tempos da parvoíce em que dizia bacoradas a toda a hora.

Mas, se esta frase por si só já é suficientemente má…imaginem dizer isto a alguém, que me responde:

“Pois, mas os patrões têm ossos…”

Hehe…

Assim é que eu gosto…pessoal que ri da minha piada e responde com outra…Excellent!

A Cultura de Escarafunchar...

Ultimamente quando ando de carro dou por mim a reparar, mais do que habitualmente fazia, nos ocupantes das outras viaturas. Uma pessoa tem de se ocupar quando anda na estrada…e como confesso que não consigo aproveitar enquanto vou a conduzir para fazer a maquilhagem ou para ler o jornal (confesso que às vezes atendo o telemóvel, mas schiuuuuu…não digam nada à bófia!), vou olhando para os condutores vizinhos.

E começo a achar que, depois da moda que foi em tempos ter o CD pendurado no espelho retrovisor e da que foi ter o colete fluorescente enfiado no banco do condutor, actualmente o que identifica o típico Tuga é uma certa "Cultura de Escarafunchar"...

Passo a explicar...

Já são incontáveis os condutores que eu apanho a “coçar a cabeça por dentro”…

Verdade seja dita que é daquelas coisas que toda a gente faz…e é importante fazê-lo…manter as fossas nasais desimpedidas é extremamente importante, claro…caso contrário uma pessoa até com dores de cabeça fica…

Mas…

Porquê…

Ao volante, pá?...

Não podem aproveitar quando vão ao WC ou algo do género, que agora nem me ocorre mais nada…?

É que a cena do CD e do colete reflector até é assim algo que identifica um determinado tipo de pessoas e, normalmente, não foge muito daquilo…Mas esta “cultura de escarafunchar” é muito mais abrangente…porque vai desde o Zé Trolha até ao Executivo do fato Armani!! E não escolhe género…é pó feminino e pó masculino!!

Depois até há alguns que o fazem, mas de uma forma relativamente discreta e a malta, enfim, disfarça e finge que não reparou. Mas depois outros há, que os há, porque já vi e são bastantes, que enfiam a porra do dedo todo dentro da fossa!! Aquilo até deve arranhar o cérebro!!

Bom, começa-me a preocupar que surjam com isto mais duas causas para acidentes de viação…A causa do escarafunchar propriamente dito, porque se provoca um acidente ter a mão ocupada a falar ao telemóvel, não provocará também ter a mão enfiada na narina até mais não? E a outra causa julgo que sejam as náuseas provocadas aos incautos (ou não tão incautos) que reparam em tal situação.

Por isso, meus amigos, comprem lencitos de papel e façam incursões nasais sem ser ao volante do vosso fantástico bólide, tá?

Assim dorme um Semi-Deus...

Abri os olhos...
...vi uma chama...
...queimava uma vela no quarto...pairava aquela luz tremeluzente...


Olhei em volta...
...vi-te...
...dormias que nem um anjo...mal te sentia respirar...
...parecias ainda mais belo sob aquela luz...

Abracei-te...
...queria abraçar-te com força...mas não o fiz...não te queria perturbar...
...mas não pude deixar de te abraçar...

Ao de leve...
...muito ao de leve...passei as mãos nas tuas costas...no teu cabelo
...queria embalar os teus sonhos...

Sussurei-te ao ouvido...
...o que te disse nunca vais lembrar...
...mas foi doce...muito doce...

Apaguei a vela...
...suspiraste...
...será que chegaram a ti as palavras que susurrei?...
...nunca vou saber...

Também não importa...
...posso repetir quando acordares...

...

700-00033287t.jpg

Hoje precisava de mergulhar numa piscina de cafe!!

Talvez assim conseguisse acordar!

Ainda que tenha sido por causa de um cafe tomado fora de horas que tive uma insonia esta noite...

Enfim, uma relacao de amor_odio!!

Uma relacao de amor_odio tenho hoje com tecnologias de informacao...Que seca isto dos computadores ahn!

O meu nao funciona...felizmente consigo usar outro por ter uma colega de ferias...mas tem o teclado com tudo trocado...nem consigo acentuar as palavras correctamente...

It is just another crazy Monday!!!

Pág. 1/2