Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Pilates...

images.jpg

..aulas de borla na empresa, é do melhor que há!

Dói que se farta! Sabe bem, mas ando em média dois dias a ganir com dores nos músculos!

Mas ao menos descobri que afinal ainda tenho músculos no corpo, porque pensei que já se tivessem extinto pela falta de exercício ao longo dos anos e com tanta ingestão de má comida!

Os meus objectivos são:

1. não cair da bola
2. finalmente voltar a conseguir mexer-me, andar, dobrar-me, fazer força sem ter a sensação de ter 90 anos
3. ficar menos flácida
4. libertar o stress

Deve ser uma sensação de ir ao WC, mas ao contrário...

Ou qualquer merda do género...

"Os pais de Madeleine McCann ficaram aliviados com o facto de deixarem de ser arguidos no caso do desaparecimento da filha, mas prometeram continuar a procurá-la, esperando o apoio das autoridades portuguesas para tal. Robert Murat também se mostrou aliviado. "

Pudera!!

Quem tem telhados de vidro sempre reza para não chover granizo...

Sentem-se aliviados?

Dasse!!!

Pobre criança com uns pais tão fúteis!!

Infelizmente já não deve cá estar para ver isto!

Nota de rodapé, bem juntinho ao canto das baratas - Agora que já não são arguidos contam com o apoio das autoridades portuguesas???
Então mas a nossa PJ não era uma vergonha?

Eu se fosse PJ agora dava-lhes era toda a poia...

Enfim, mais um post de merda mas sobre quem é bacalhau basta!

...

2719k4di.jpg

"Que estás a desenhar, Madalena?"

"És tu mãe!"

"Hum, mas eu sou vejo uma bolinha..."

"Pois, tenho de escrever os pés e uns olhos...pronto, agora já está!"

"Ok, mas faltam muitas coisas...as mãos, os braços, o corpo..."

"Não, mãe, esta foto era de quando eras muito pequenina, ainda só eras assim uma bolinha com pés e olhos!"

...
...

Ok, deve ter tido uma visão embrionária...ou então foi mesmo a criatividade de dar a resposta adequada à falta de vontade de desenhar mais.

Tipo a anedota do papel em branco quando pedido o desenho de um comboio porque já partiu.
LOL

Vida Selvagem

0214hz.jpg

Já desde muito bebezinha que a Madalena se fixava imenso a ver documentários da vida animal. O que era surpreendente numa fase em que o "attention span" de uma criança é muito curto. Ela simplesmente ficava vidrada uma hora a olhar para a tv.

Agora cresceu um pouco (se disser muito tenho de me lembrar dos cabelos brancos que me surgiram entretanto), o "attention span" cresceu mas agora vê as coisas de outra forma e ganhou a consciencialização das coisas.

Hoje em dia continua a gostar muito de ver os ditos documentários, mas há sempre uma parte algures em que ela vem a correr ter comigo, chorando, porque há um leão a comer uma zebra ou um crocodilo a comer um antílope qualquer!

"Mãe, anda ver, anda depressa, o leão está a comer a zebra na televisão e não pode ser mãe!!!"

Tentei explicar-lhe calmamente que há animais que comem outros animais.

"Não, mãe, porque o no filme do leão e da zebra (aka Madagáscar) eles são amigos!"

"Sim, mas enquanto vivem no Zoo. Lembras-te que quando vão para a selva o leão fica mau e morde a zebra? Isso é porque o leão come zebras para sobreviver se tiver que caçar porque na selva ele não tem um senhor que lhe traz a comida..."

"Mas não pode ser mãe, o leão tinha de comer ervinhas!"

(Para Madalena na vida selvagem todos os animais teriam de ser vegans)


Aqui há dias também descobriu que nós, pessoas, também comemos animais.

O horror!!!

Estivemos de férias e apanhámos uns caranguejos pequeninos que viviam em conchas de búzios. A Madalena ficou muito encantada de os ver nadar no seu "Bolde" (balde) e depois queria levá-los para casa. Lá a consegui convencer que eles tinham de ficar no mar senão morriam.

Quando voltámos a Madalena contou muito entusiasta ao avô Zé que tinha apanhado caranguejos.

O meu pai, inocente, disse que gostava muito de caranguejos para comer.

Muito Madalena gritou com o avô!!!

"Avô, tu não podes comer os caranguejos, eles não são para comer!! Os caranguejos eram meus amigos e tu não podes! Senão não gosto mais de ti!"


Num outro episódio da vida selvagem doméstica a minha mãe comprou caracóis.
Na altura de os lavar, a Madalena ofereceu-se para chafurdar na água e dar banho aos caracóis.

Um pouco mais tarde, Madalena entra na cozinha e descobre que os caracóis estão ao lume numa panela!

O drama!!!

"Avó, onde estão os meus caracóis? porque eles estão na panela?"

"Então, filha, estou a cozê-los para depois os comermos"

"Mas, eles estão mortos? Tu estás a matá-los?"

"Estão quase - responde a avó"

Madalena desata a chorar desalmadamente.

"Eu não gosto mais de ti avó. Não venho mais à tua casa!
Quero vê-los!"...
...
"Avó, agora eles estão a morrer! Tu não podes! E não podes comê-los! Eu não quero que tu comas eles porque eles eram meus amigos e eram muito fofinhos!"...


É tão cruel o mundo real!