Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

No Estoril...

Aproveitando as férias da Madi com os avós e agora com o pai, demos umas escapadelas até ao Casino Estoril...

 

Já não iamos aos Concertos de Entrada Livre (às quintas-feiras) há bastante tempo e descobrimos no outro dia o quanto isso nos fazia falta...

 

No dia 5 de Agosto fomos assistir ao Concerto de Jazzanova...

Não conhecia, fomos à descoberta e, pelo menos da minha parte, apreciei bastante...o Semi-Deus gostou de algumas partes...

 

Eu, que nem aprecio muito Jazz, consegui apreciar a musicalidade que aqueles senhores nos apresentavam. O vocalista era um prato, fartei-me de rir com ele...adorei o baterista!!

 

 

Ontem, mais uma escapadela, desta feita para ver Tiago Bettencourt e os Mantha...

Gostei muito!! Acho que o Tiago Bettencourt tem uma voz inconfundível, muito característica, com um jeito muito invulgar de cantar...as músicas são tocadas em tons fora do comum, nada daqueles acordes básicos das músicas comerciais, é um músico excelente! Como gostei ainda mais dele? Ao piano...adoro a forma como ele toca piano, mais do que a forma como toca as guitarras...O concerto varia entre momentos altamente intimistas e momentos mais agitados, mas no final faz-se um bom equilíbrio.

Gostei bastante do baixista, confesso que não apreciei muito o baterista...comparando com o baterista dos Jazzanova por exemplo...não gosto do baterista que mostra claramente que está a contar tempos, e hesita nos breaks e hesita em algumas pancadas...o baterista dos Jazzanova nesse aspecto era fabuloso...se contava tempos de todo nao se notava, tocava de forma muito solta e intuitiva...

Também foi pena que Tiago Bettencourt se tenha feito acompanhar de um trio de back vocals que de todo não atinava com aquilo...das 3, duas tinham de facto muito boa voz, uma delas fazia um frete brutal e não conseguia haver entrosamento entre elas...houve muitas entradas falhadas, notas muito desencontradas, não gostei...também para subirem ao palco em 3 músicas para cantarem "aaaaaaaaah, uuuuuuh" em alguns momentos e nem isso conseguirem fazer bem, se calhar era melhor deixarem a parte vocal a cargo do Tiago.

 

O Tiago Bettencourt, numa dada música (que não me recordo agora o nome) sacou meia dúzia de notas agudas que até fiquei embasbacada!

 

Enquanto esperávamos que a banda começasse, dei conta do João Manzarra na plateia, e de passar a Inês Castel-Branco.

Surpresa foi quando ela subiu ao palco para cantar com o Tiago...

Até que gostei...foram dois momentos intimistas, com ela muito cheia de vergonha, mas ao mesmo tempo muito calma a fazer festinhas na barriga onde aconchega o seu Simão. :) Foi quase como cantar uma lullaby para o bebé dormir!

 

 

"Se cuidas de mim
Eu cuido de ti também
Dentro da minha mão
Eu guardo te bem
Se amarmos do princípio
Se perdermos tudo outra vez
Vou marcar-te bem
Como um sonho vão
Dentro da minha mão

Se cuidas de mim
Eu cuido de ti também
Se vens em paz
Eu venho por bem
Se formos bebendo
O chão deste caminho
Vou guardar-te bem
Agora que sei
Que não vou sozinho

Há uma praia depois da sombra
Uma clareira p’ra iluminar
Há um abrigo no meio das ondas
Tu a caminho p’ra iluminar

Por isso vem"