Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

O meu dia de ontem...

..Acordar às 9h e perceber que não há electricidade em casa...

Comer qualquer coisa, make number one e pensar em algo para fazer...

 

- "Vou passar a ferro!" - Nope, no power

- "Vou tomar banho!" - Think again, a caldeira precisa de electricidade

- "Vou fazer a depilação" - no can do

- "Ok, sua burra, não há electricidade..."

Pego no portátil para ver emails e facebooks, hi5s e afins...ya o portátil tem 8h de bateria, mas o wireless está desligado POR FALTA DE LUZ!!!!

 

Bom, voltar para a cama, já que os restantes habitantes do lar, doce lar ainda roncam....

 

Não conseguir dormir...Pegar num dos livros de cabeceira, e finalmente conseguir acabá-lo...

 

A Madi acordar e meter-se na cama comigo....Dormirmos os 3 até às 2h da tarde...

Dar uma volta na rua e tal, comer qualquer coisa...

 

E a luz volta às 17h30...

 

Já não dava para fazer a depilação e ir à piscina porque tinha de estar na piscina às 17h30!!!!

Ah, volta Gillette, estás perdoada! Não fora o ficar com as pernas tipo barba de homem...

 

Levar a Madi à aula dela na Piscina (sortudas estas piquenas que não têm de se preocupar com certas coisas), jantar e vegetar no sofá a ver Anatomia de Grey e mais não sei o quê, até adormecer novamente, com a baba ao canto da boca, no peito do Xandi...

 

O melhor de tudo é estar um horror de frio e a lareira fazer tudo parecer tão melhor!

 

Mas e se qualquer dia inventam também ligar cérebros à electricidade?

 

Sim, a expressão "Estar eléctrica" deve ter algum fundo de verdade...só espero que seja só física quântica!

 

 

 

Vida de gaja...

 

Às vezes é triste!

Quarta-feira à noite...para além das preocupações da vertente mãe este é o pensamento recorrente:

 

"Faltam 2 dias para o fim-de-semana e para ter de me agarrar ao ferro de engomar que nem uma maluca! Mas que mal fiz eu a Deus?"

 

Ainda por cima, entre mim e o ferro de engomar criou-se um clima estranho...eu olho para ele e faço faísca...quando o ligo, ele olha para mim e faz faíscas e grita ""grzzzz"!

 

Cheira-me que para a lista do Pai Natal vai um ferro de engomar novo...e vou adicionar (que seja amigo do ambiente e meu amigo e que engome comandado por telepatia)....hummm...evolução tecnológica....onde estás tu quando és precisa?

 

:(

 

E se eu parasse mas é de pensar e fosse ali fazer o amor ou assim algo de estimulante?

Xita!!

OMG!! I am so confused!!!

 

Até há uns dias, pensei que tinha tomado uma decisão (correcta) e que agia pensando no bem-estar da Madalena...

 

Tenho de confessar que neste momento me sinto MESMO confusa!

 

Raios partam isto!!

 

Encarei a Gripe A como uma banalidade e como golpes publicitários para vender o Tamiflu e a vacina do H1N1.

 

Afinal os números mostram que a gripe sazonal mata milhares e milhares de pessoas por ano, em todo o Mundo! E ninguém parecia notar!

 

Assim como escolho não levar a vacina da gripe sazonal e a Madalena também nunca levou, por nunca lhe ter sido prescrito, também escolhi não me vacinar (nem sei bem, mas com asma talvez esteja num grupo de risco) nem vacinar a Madalena.

 

Agora sinto-me perdida e ecoam na minha cabeça conversas de amigos, familiares, histórias trocadas com pediatras e outros médicos que aconselham vivamente que os pequenos tomem a vacina, pelo que essas conversas com amigos e familiares vão no sentido do "Ah, mas devias vacinar, porque os pediatras nem admitem que não tomem, porque as pessoas pensam que o que se vê nas notícias é uma extrapolação, mas na verdade o que passa na tv não é nem da missa a metade!"

 

 

Aaaaaaargh!

 

E agora passo o tempo a pensar: dou ou não dou a vacina à Madi?

Quais são os efeitos secundários da vacina?

Será que ela realmente precisa?

E se decido dar-lhe a vacina e em consequência surge alguma complicação de saúde? GUILTY

E se decido não lhe dar a vacina e em consequência apanha o virus e surge alguma complicação de saúde? GUILTY

 

E onde obter informação fidedigna, não manipulada e tendenciosa?

Uma informação que me faça tomar uma decisão e não me sentir GUILTY com as consequências?

 

Fosga-se, não sei se é pela eminência de uma cirurgia, mas nem queria submeter a Madi a coisas desnecessárias, cujos efeitos secundários podem ser mais nefastos, nem quero que lhe aconteça nada de mal por minha omissão!

 

Quid juris????

 

Pág. 2/2