Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Dedução Infantil...tão claro como a sua água!

untitled.bmp

- “Mãe, quem é a tua mãe?” prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />


- “A minha mãe é a tua avó Ana.”


- “E o teu pai?”


- “O meu pai é o teu avô Zé.”


- “E o teu filho?”


- “Eu não tenho um filho, tenho uma filha, que és tu, a Madalena”


 


No dia seguinte ao acordar:


- “Mãe, eu sou filha da mãe Caládia. A avó Ana é mãe da Caládia. O vô Zé é pai da mãe Caládia.”


- “Sim, muito bem. Então eu sou filha de quem?”


- “Da avó Ana!”


- “Certo! E de mais quem?”


- “Eeeerr..do vô Zé!”


- “Boa! E quem é a minha filha?”


- “Xou eu, a Madalena!”


- “Pois é!”


…


…


- “Mãe, e o meu filho?”


- “Tu ainda não tens um filho, porque és muito pequenina. Só quando fores grande!”


 


No outro dia:


- “Mãe, mãe, mãe…o meu filho é…é…o Pita!”


- “?!*#$””%%$???????”


(o Pita é o cão da família, de seu nome Kypper)


Inspira, expira…


- “Oh, filha! O Pita não é o teu filho nem pode ser, porque o Pita é um cão!”


- “É, é, mãe…eu já sou munta gande!”



2 comentários

Comentar post