Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Buéda posts num só!

Então é assim, numa óptica de gestão de esforço, também conhecida por preguicite aguda, vou tentar actualizar pelo menos alguns tópicos neste blog.

 

A última leitura terminada foi:

 

27268832.jpg

Adorei, adorei, adorei!

Muito melhor conseguida a ligação aos volumes anteriores, apenas no estritamente necessário para fazer o enquadramento geral ou particular de alguma situação.

Uma escrita mais madura.

Mais um volume de aventuras e desventuras, de confiança e desconfiança, de amigos e inimigos, de traições, que nos volta a fazer virar páginas avidamente.

Curioso ter tido em certa página um momento de ligação a algo ligado ao meu trabalho (que não posso explicar o que é, mas foi alta pontaria).

O final justo para alguns vilões.

E o final perfeito pelo menos aqui para mim, que queria mesmo, mesmo este final para o querido André.

 

(não sei se vocês sabem, mas eu e a minha prima andamos em disputa com o André Marques-Smith, porque ele era o namorado literário dela, mas agora também ganhou lugar no meu coração, por isso acho que ainda vamos ter aí uma qualquer luta na lama ou de arrancar cabelos por causa disto...ela vai sofrer mais do que eu, porque eu tenho muito menos cabelo...muaaaaaah)

 

Portanto, um resumo bem resumido, se é que me entendem, mas que diz o essencial e, no fundo, o que vos quero dizer é, leiam esta trilogia porque o nosso Nuno fez um bom trabalho e ajudou a reviver estas histórias em torno da espionagem e de agentes secretos/duplos, mas com uma ligeireza muito agradável, tudo conjugado com elementos de ternura familiar e pessoal absolutamente deliciosos.

 

Nova leitura

22491457_10210449623177710_3620931858362854539_n.j

Uma novidade que me foi enviada pela Saída de Emergência e que agarrei logo a seguir ao livro anterior, mas cuja leitura tem estado muito lenta, devido a cansaço, preguiça e algumas prioridades a que tive de dar atenção durante uns dias. Agora depois de conseguir actualizar o blog, a ver se lhe pego a sério. Até porque estou bastante empolgada do que li na sinopse, já que é uma história que vai andar andar muito à volta do Judaísmo Ortodoxo, que é uma religião sobre a qual não sei muito, por isso estou bastante curiosa.

 

Podem ler a sinopse aqui.

 

SDE.jpg

O cansaço tem sido tal que descobri agora que afinal já tinha divulgado as últimas novidades recebidas da SdE e da Quinta Essência. Menos um ponto de situação para este post.

 

Então, falta mostrar quais foram os livrinhos que aproveitei para comprar no meu dia de aniversário, com os descontos oferecidos pela SdE e pela Wook.

 

Da Wook veio

 

23561680_10210656528150205_8049499113418196948_n.j

Um livro que estava há bastante tempo na minha wishlist e é sempre bom riscar algum da mesma.

Mission accomplished!

 

Da SdE veio

 

23559559_10210656527790196_8851259766424006997_n.j

Se a Oprah diz que é bom, se calhar é mesmo. Já tinha ouvido falar nele e pareceu-me uma bela opção.

 

Piadas dos putos estão sempre a acontecer, por isso uma pessoa ou escreve na hora ou já foste. Agora não me ocorre nada.

 

No passado dia 8 a Madalena tornou-se oficialmente uma teen, ao completar 13 anos. Teve direito a almoço no Mac's com os colegas, a uma pijama party cá em casa com mais 3 amigas, mais uma pijama party mais privada apenas com uma dessas amigas que ficou por cá mais uma noite, a um almoço com a família mais chegada (avós e tio) e a uma prenda que nos tinha pedido há uns tempos. Foi só uma, porque era coisa cara e requereu vaquinha de toda a família.

 

No dia em que fez anos espatifou o telemóvel numa queda acidental do mesmo, portanto anda com o telemóvel antigo e já sabem qual vai ser a prenda de Natal para ela, verdade? Sai mais uma vaquinha familiar...

 

Ah, e só para terminar, aqui há dias fui almoçar com uma colega que, depois do almoço quis fazer uma maratona por algumas lojas na demanda de uma camisola natalícia (de preferência com uma rena). Eu andava para ali em modo CSI a vasculhar tudo à procura da dita rena e vai daí a gaja passa por um cesto cheio de boinas de malha, diz-me que eu devia comprar uma cena daquelas (eu que detesto boinas), enfiou-me uma na cabeça e disse-me "eu acho que tu és bué boina". É isto que eu aturo pessoas! Um verdadeiro bullying na hora de almoço a chamarem-me boina e mais não sei o quê. E no meio daquilo não houve rena para ninguém. Uma pessoa fica cheia de cabelos brancos com estas gajas malucas, pá!

 

E agora vou mas é dormir, que o meu mal é sono...

 

Ainda há mais coisas para vir escrever por aqui (novidades de livros e outras cenas). Ando em busca do meu espírito natalício e de resto, nada de novo, tirando as parvoíces do costume.

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.