Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Hello, Monday!

cc373614ed9424438724a62e9e9f4c4e.jpg

Mais uma semana, mais uma volta!

Este fim-de-semana começou mais ou menos lá para quinta-feira à noite, no sentido em que decidimos ir jantar ao Festival do Pão, ainda que já tivessemos combinado ir lá na sexta-feira com a família. Na quinta-feira fomos lá apenas eu, o Semi-Deus e o Marcos. Não resisti a ir provar umas pataniscas com arroz de feijão, abdicando do pão. Estavam uma delícia, acabadinhas de fazer e o arroz super saboroso. Ainda comi uma sopita de feijão verde, provámos uns croquetes de veado (blegh!!) e uns rissóis de javali (good), e rematámos com uma bolita de gelado caseiro.

Na sexta-feira lá fomos como combinado novamente ao Festival do Pão. Voltei a comer as pataniscas e o gelado, o resto da malta provou outras iguarias (que já não me lembro bem, até porque uma pessoa bebe uns copitos de sangria e fica meio zonza, coff coff!), o Marcos comeu arroz de pato e foi por aí.

Sábado foi mais uma rambóia. Almoço em casa da mãe do Semi-Deus (um belo arroz de polvo) e depois usar de serviços de babysitting e dogsitting para irmos para a borga, em celebração do nosso aniversário de casamento. Eles foram até à Feira Medieval em Sintra e nós fomos para outro lado. Começámos o final de tarde numa esplanada mesmo em cima do mar ali na Parede (não faço ideia do nome), mas aquelas jolitas ali com vista para o mar (e eu cheia de vontade de molhar os pés na água) foram uma maravilha. Jantámos numa pizzaria em Carcavelos, um sítio onde gostamos sempre de voltar, apesar de as pizzas serem cada vez mais pequenas e de ter sido uma desilusão eu ter apostado numa massa em vez de uma pizza (já fiz massas melhores em casa). Depois da barriga atestada, fomos curtir a sunset party (ainda que o sol já se tivesse posto há um bocado) no SkyBar, um rooftop no Hotel Tivoli na Avenida da Liberdade. A vista é maravilhosa, ainda que tivessemos ficado a pensar que teria sido melhor ir mais cedo, para se conseguir ver o Tejo, mas ainda assim vale a pena. As bebidas são caras, porque a vista paga-se, mas também aquilo não se faz todos os dias. Mas é um bom sítio para chillout. O bar fecha supostamente à uma da matina, mas a hora de ponta ali foi a partir da meia-noite. Ficou um bocado wild, com tanta gente à roda do bar a querer pedir bebidas. Estava a ver que não conseguia pagar, porque a demora, enfim! Mas lá se resolveu.

E agora sinto-me completamente in, por já ter estado num rooftop e ter ido a uma sunset party!

 

Domingo, conseguimos dormir até mais tarde do que o costume, porque não tinhamos crias e 4 patas a fazer barulho com as galinhas. O almoço foi em família numa marisqueira na Ericeira, que é uma desgraça, porque uma pessoa gosta do marisco mas gosta ainda mais de molhar o pão no molho delicioso que aquilo tem. Perdemos a conta aos pães que vieram para a mesa. E sai-se dali pronto a ir tomar um duche, mas é uma maravilha. A seguir levámos os putos ao parque infantil e ainda andaram umas voltinhas ali nuns carrinhos que agora se podem alugar perto do parque e que são curtidos, para miúdos e graúdos. Fomos buscar a 4 patas e viémos para casa, que isto não pode ser só borga e tinha umas coisitas para arrumar. Até a cadela estava cansada da borga, chegou a casa e foi directa para a caminha ferrar a dormir.

O jantar foi coisa rápida para depois abancar no sofá a ver os Ídolos e a acabar a leitura do livrinho (só nos intervalos uma pessoa lê que se farta que aquilo é quase meia hora).

 

Segunda-feira chegou num instante e, com ela, chegou a Madalena, que regressou das férias com o pai. O mano está histérico de ter a mana de volta, a cadela já lhe deu um real banho de língua e, pronto, vamos ver o que ainda vamos fazer hoje, que eles têm de aproveitar para brincar com a priminha que está prestes a voltar para Inglaterra, sendo que eles também vão de férias com os avós.  

2 comentários

Comentar post