Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Leitura Terminada

helena.jpg

SINOPSE

Quando recebe como herança do padrinho a vivenda em Pandora, ela regressa para passar o verão com a família.
Mas assim que Helena chega percebe que toda aquela beleza idílica esconde uma teia de segredos que ocultou de William, o seu marido e Alex, o seu filho.
Quando, por acaso, Helena encontra a sua paixão da adolescência, o passado e presente ameaçam colidir, e nada poderá ficar na mesma quando os segredos de Pandora forem revelados.

 

Lucinda Riley era uma autora desconhecida para mim até a minha amiga S. me ter emprestado dois livros dela há uns tempos, que adorei.17969102.jpg21619255_LLpYb.jpeg

 

Neste livro não podemos negar que estamos perante esta autora. Ainda que o clima onde decorre esta história seja algo diferente dos outros dois que li.

A história é focada em Helena, casada e mãe de três filhos, e começa na altura em que ela herda uma casa no Chipre onde passou algum tempo na infância e adolescência com o seu padrinho, por morte deste. Passados uns 20 anos, Helena regressa a Pandora (o nome dado à casa) com os seus dois filhos mais velhos. A ideia é preparar a casa para a chegada do marido e do filho mais novo, bem como de alguns amigos e da enteada, para passarem no Chipre algumas semanas de férias de Verão.

A narrativa alterna entre aquilo que vai acontecendo na actualidade e a versão de Alex, o filho mais velho de Helena, que, estando na adolescência, mantém um diário onde é engraçado lermos sobre a sua percepção sobre as coisas e sobre a sua descoberta do amor.

O nome da casa não é inocente e Helena não vai conseguir travar as revelações que vão começando a surgir sobre o seu passado, especialmente tendo em conta o seu reencontro em Pandora com um homem muito interessante, porque quem se tinha apaixonado na adolescência.

É uma história cheia de reviravoltas e surpresas, com um excelente ritmo. Tinha bastante dificuldade em pousar o livro, porque nos agarra do início ao fim, é muito bem escrito, com uma história bem coerente e que nos desvia completamente daquilo que seria a nossa expectativa inicial. Achei que já tinha percebido tudo e que já sabia como ia terminar mas enganei-me redondamente...

E depois, quando achei que já não iria acontecer, ainda fui mais uma vez surpreendida no final e fiquei de coração bem apertado em alguns momentos. Se há coisa que esta autora sabe é dar cabo do leitor no final. Já nos outros livros foi a mesma coisa!

Recomendo vivamente a leitura deste livro.

De veraneante tem a capa e o cenário (a ideia daquele casarão com aquela vista maravilhosa aquecia o coração), mas é um romance que foge bastante de alguns clichés e que nos traz um enredo bem mais enriquecedor.