Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Leitura Terminada

Eu até tenho vergonha de pensar quanto tempo demorei a ler este livro, com tão poucas páginas. Foi daqueles que peguei a pensar que o lia em dois dias. So wrong!!

Muita preguiça, muito sono, pouco tempo, ter estado fora (ainda que o livro tenha ido até Londres, não li uma página que fosse).

 

image.jpg

 

Este livro transporta-nos para o mundo das adolescentes, nomeadamente para o mundo das meninas das claques. Um mundo que pelos visto é mais cruel do que pensamos, quando as vemos aos saltinhos, todas bonitas e abanar pompons.

 

É um livro sobre adolescentes, sobre o quanto podem ser cruéis uns para os outros, sobre os seus pensamentos confusos, que aborda a exploração da sexualidade (de uma forma ligeira, porque falamos de menores de idade).

Aborda a realidade sobre a obsessão com o peso, sobre a quantidade de porcarias que ingerem para perder peso (ou para não comerem) e que fala daquilo que na realidade é fazer parte de uma claque - o perigo que correm, a forma como por vezes literalmente se atiram para uma possível morte, só porque querem ser a melhor e voar mais alto.

Depois há o envolvimento da Treinadora da claque com estas miúdas e aborda-se a facilidade com que um professor pode influenciar, positiva ou negativamente, as adolescentes. O quanto são fáceis de manipular e de se verem enredadas em problemas, se o professor as fascinar o suficiente. Ou o quanto o ódio que possa suscitar pode levar adolescentes a cometer as maiores atrocidades só para o tirar do caminho. 

Porque a dada altura da história há alguém que morre e vemo-nos enredados naquela teia de tentar perceber o que aconteceu, quem cometeu o crime e porquê. Addy, a personagem principal, é fascinada pela Treinadora (há momentos em que dá a sensação de ser sexualmente fascinada) e deixa-se levar para uma confusão que a pode meter em sarilhos. Beth, a sua melhor amiga, mas aquela que mais se sente ameaçada pela Treinadora, quer na claque, quer na relação com Addy, é quem mais mostra conseguir ser cruel, ainda que não seja a única. 

Este livro é diferente, é duro, é cruel, é obsessivo. É um livro que por vezes nos atira pedaços de história para cima que não estávamos bem à espera, de uma forma que podia ser melhor elaborada, mas talvez seja essa a intenção, fazer o leitor sentir-se confuso, porque é assim a mente das adolescentes. Sentem-se confusas, perdidas, pensam que sabem o que querem mas não sabem, porque logo a seguir afinal não querem.

 

É um livro bastante interessante, ainda que estes livros sobre adolescentes me deixem sempre um pouco perturbada. 

 

Mas não deixem de ler, porque é um livro com bastante densidade psicológica e nesse aspecto bastante rico.

 

Muito obrigada à Saída de Emergência por esta oportunidade!!

 

SdE