Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Leitura Terminada

35437786.jpg

 

Terminei a minha primeira leitura via Netgalley!

Tarefa concluída!

 

Neste livro acompanhamos a história de como Alexandria Summers (Ally) conhece Henry Pearce, um ricaço homem de negócios do mundo da hotelaria. Alexandria trabalha como florista e é num Festival de Túlipas que se conhecem.

E que Alexandria se começa a interessar e aos poucos a apaixonar, por aquele homem encantador, mas ao mesmo tempo estranho, com ar de quebrado por dentro, cheio de falhas ao mesmo tempo que parece perfeito e tão interessado nela.

Há coisas entre os dois que avançam demasiado depressa e outras que avançam muito devagar, a tal ponto que casam praticamente quase sem terem trocado um beijo (o que para os dias de hoje é algo estranho).

E depois Henry transforma-se e as coisas correm muito mal para Ally.

Que ao mesmo tempo quer fugir de Henry e por outro lado não consegue, porque apesar de todo o mal que lhe faz, ela ama-o.

 

É um livro turtuoso, porque me fez colocar questões a toda a hora, desde "mas que idade tem esta rapariga?" (questão finalmente respondida lá mais para o final do livro), "mas por que raio é que ele parece um stalker e ela acha piada a isso?", "mas por que raio é que ela não conta com a família e os amigos para a ajudarem?"...enfim, uma infinidade de questões porque desde o primeiro momento aquele relacionamento me pareceu muito estranho e com algo de negro por trás.

Como é que ela se deixou enganar tão facilmente? O amor cega mesmo as pessoas.

 

E não me enganei.

Em certa medida achei o relacionamento entre os dois, pelo menos na parte inicial, muito estranho e achei que as motivações eram demasiado previsíveis. O motivo saltava à vista e nesse aspecto foi pouco emocionante. Era só juntar dois mais dois (o que até uma burra a Matemática como eu consegue fazer).

Depois quanto se descobre o motivo, uma vez que Ally ama Henry, tenta "consertá-lo" e Henry tenta mudar e ter uma relação "normal" com Ally. Mas será que alguma vez a relação entre os dois vai ser normal ou estará demasiado estragada já?

E depois o final deixou-me a pensar "mas o que raio é isto? agora acaba assim?"

E, portanto, não sei se o livro tem uma continuação mas se não tem deveria ter, porque me irritam estes finais em que fica tanto no ar.

 

É um daqueles romances negros, onde amor, ódio, raiva, paixão se misturam e se tornam tão confusos que só nos questionamos sobre se alguma vez conseguiriam ser felizes.

Achei pena foi ser tão previsível na parte das motivações de Henry.

Mas foi um bocado sufocante nas parte em que Henry decidiu fazer mal a Ally, fisica e psicologicamente.

 

Vou dar-lhe um 3 no Goodreads, porque se por um lado me manteve presa, por outro lado senti algumas falhas na capacidade de construir um enredo mais empolgante e na escrita então nem se fala! O inglês era terrível, com muitos erros ortográficos e de construção de frases.

 

Espero que seja por ser uma daquelas versões pré-revisão para publicação, como explica aqui o Peixinho de Prata no ponto 4.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.