Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

Leitura Terminada e uma pequena decepção

Entre vários livros que tinha à escolha na Book Swap Library, muitos eram em inglês e não me estava a apetecer. Dentro do conjunto de livros em português, bati os olhos neste "Casamento em Dezembro", li a sinopse e fiz a escolha.

 

44267185_10212882023706203_2441409825096073216_n.j

 

 

Quando li a sinopse, veio-me logo à ideia um filme que vi há uns tempos numa noite de insónia.

Esse filme é o 10 Years, sobre um grupo de amigos do liceu que se reúnem 10 anos depois. Um filme que comecei a ver ao calhas, sem nunca ter ouvido falar dele e sem grandes expectativas, e que depois me manteve acordada ainda mais tempo. Porque adorei o filme. E, em particular, adorei a cena em que o actor Oscar Isaac aceita cantar no bar uma das suas músicas, que é dedicada à high-school sweetheart, que nunca soube que ele gostava dela e que ainda gosta. Especialmente gira a parte em que ela percebe que a música se refere a ela. Achei romântico e a música era tão gira! Ouçam que vale a pena. E este Oscar Isaac tem qualquer coisa de especial que ainda não consegui perceber o que é. Talvez qualquer coisa no olhar, sim por aí...

 

Portanto, esperava sentir-me assim emocionada com este livro, porque a premissa era um bocado essa, um grupo de amigos do liceu que se reúnem no casamento de dois deles, passados mais de 20 anos.

 

Só que foi muito ao lado. O livro passa muita nostalgia, mas aquela nostalgia mais negativa, com alguns ressentimentos, com segredos obscuros mas pouco interessantes quer sobre o passado daqueles amigos, quer sobre situações das suas vidas pós-liceu, amarguras, revelações de segredos, recriminações, traição, perdão.

Quer dizer, uma misturada de coisas, que até podia ter conduzido a algo mais interessante, mas faltou-me qualquer coisa. Faltou-me closure, faltou-me sentir que todas essas revelações conduziram efectivamente a mudanças. Mas parece-me que aconteceu tudo e depois foi cada um para seu lado e ficou tudo na mesma, muito por falta de espinha dorsal porque, depois de feitas as revelações, afinal ninguém quis mudar grande coisa. 

Um bocado a passar a ideia de que não se deve remexer o passado e mais vale as pessoas viverem a vida toda com coisas mal resolvida e cheias de ressentimentos ou sentimentos por revelar.

E confesso que me fartei de passar páginas às frente porque não tive pachorra para a história que Agnes ia inventando durante o livro, quando eram essas partes passava para o resto. 

Enfim, dei-lhe 2 estrelas no Goodreads. Não é o que livro seja mau de ler ou que a escrita seja má, até é um livro que se lê bem, só que não me encheu mesmo as medidas. Culpa minha, que criei expectativas e achei que era algo muito mais romântico e, portanto, decepcionei-me...

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.