Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Curly aos Bocadinhos

Curly aos Bocadinhos

O meu médico de família

Hoje tive de ir a uma consulta com o médico de família porque andava a sentir-me mal há vários dias com sintomas vários e diversos. Chegada à consulta e expostos os sintomas, o diagnóstico demorou um minuto. Mais dois minutos de conversa e decidiu-se a terapêutica. Nos restantes 90% da consulta, o meu médico de família: - reclamou dos computadores "raios partam o gajo que inventou isto, um gajo perde horas a mexer nesta porcaria, a saltar de tabela para tabela, de sistema para sistema e metade do tempo não funciona!" - falou do tempo "isto hoje está bem bom, ontem de manhã é que fez um frio danado antes de chover" - conseguiu fazer uma piada entre a medicação e o PAN "assim matamos dois coelhos de uma cajadada só, ai não, isto agora com aqueles parvos do PAN não se pode dizer, tem de se dizer que com um martelo se pregam dois pregos" - a propósito do PAN contou um interessante episódio sobre ter ido a um funeral da mãe de um amigo e no velório estar na conversa a falar sobre um conhecido que se tinha decidido juntar ao PAN e que agora já não montava o seu cavalo. Disse ele que não pôde resistir a ir meter-se com o dito rapaz para lhe perguntar se agora era o cavalo que o montava a ele" Pronto, e é isto. Acho que se calhar podia ter dedicado mais algum tempo a preocupar-se com a minha saúde, mas preferiu ser mais taxista do que médico. Só me faltaram momentos de mandar uma escarra, chamar nomes aos outros e fazer piropos porcos a mulheres para me sentir verdadeiramente dentro de um táxi. Felizmente a bandeirada foi mais barata!